Em um comunicado oficial, a MotoGP confirmou que está trabalhando com autoridades locais da Indonésia para a área turística de Lombok hospedar uma etapa do campeonato mundial em um futuro próximo. A notícia, divulgada pelo Motorsport.com no sábado passado, vem após o CEO da MotoGP, Carmelo Ezpeleta, ter feito uma visita a Lombok para monitorar a área onde o layout urbano será construído. O objetivo dos investidores, assim como do organizador do campeonato, é de que o GP da Indonésia possa entrar no calendário em 2021. As instalações do projeto de construção serão de responsabilidade da empresa francesa Vinci Construction, que irá trabalhar em um terreno de 131 hectares de terras que circundam Mandalika, uma área de negócios no sul da ilha de Lombok. Além de assumir a construção, a Vinci também será um dos principais investidores na operação, com uma contribuição de cerca de 900 milhões de euros. Quanto a prazos, MotoGP pode desembarcar dentro de três anos em um dos maiores mercados de motocicletas no mundo e um dos países que mais tem carinho pelo campeonato. A ideia dos promotores é, além de trazer o campeonato ao novo circuito, seduzir outros campeonatos no futuro.

Fonte: MotorSport